​​

Plano de Promoção de Etiquetagem Energética de Produtos

Plano de Promoção da Etiquetagem Energética de Produtos 

Objetivo

O SEEP associou-se ao Plano de Promoção de Etiquetagem Energética de Produtos, um projeto desenvolvido pelo IteCons - Instituto de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico em Ciências da Construção – e CENTITVC - Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes, ao abrigo do Sistema de Apoio a Ações Coletivas (SIAC) financiado pelo Programa Operacional Fatores de Competitividade (COMPETE) no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN).

Este plano de carácter inovador centra-se na preparação e implementação de três subsistemas voluntários de etiquetagem energética de produtos da construção para os quais ainda não existe qualquer referencial nesta área a nível europeu: Isolamentos, Alvenarias e Tintas.

O desenvolvimento de sistemas de etiquetagem neste tipo de produtos enquadra-se nas recomendações da Diretiva 2010/30/EU relativa à indicação do consumo de energia e de outros recursos por parte dos produtos relacionados com a energia, por meio de rotulagem e outras indicações uniformes relativas aos produtos.

Os principais objetivos são:

  • A elaboração de metodologias de cálculo que permitam estabelecer critérios de avaliação de desempenho energético de produtos da construção;
  • A definição de uma escala de classificação de desempenho energético dos produtos de construção;
  • A criação de uma etiqueta energética para cada um dos subsistemas de construção referenciados, com apresentação dos principais parâmetros inerentes à avaliação de desempenho energético.

Neste momento, encontra-se em fase de desenvolvimento a metodologia de cálculo e a definição de critérios de etiquetagem.

Sendo que os diferentes subsistemas de etiquetagem energética tem como principais beneficiários os agentes do sector da construção, os projetistas e os utilizadores dos edifícios.

Os agentes do sector da construção terão acesso a uma ferramenta de classificação através da qual podem gerar as etiquetas energéticas dos seus produtos e conhecer o seu desempenho energético, que serve como elemento de diferenciação do produto.

A informação disponibilizada na etiqueta energética será também uma mais-valia para os prescritores de obras, em particular projetistas, já que a etiquetagem energéticas dos produtos lhes permite decidir desde a fase de lançamento do caderno de encargos da obra o desempenho energético dos produtos que se pretendem adquirir.

Os utilizadores dos edifícios terão a possibilidade de verificar de um modo simples a qualidade das soluções que são instaladas nos edifícios.

Promotores

ITeCons Centi

Outros parceiros

O projeto conta com o apoio de um conjunto de associações representativas dos industriais e comerciantes ligados ao sector da construção:

Pretende-se assim garantir a adesão do maior número de empresas beneficiárias, estimulando-se o associativismo e a cooperação empresarial.

Acompanhe os desenvolvimentos do Plano de Promoção de Etiquetagem Energética de Produtos nesta página.

Financiamento

Projeto financiado através do Sistema de Apoio a Ações Coletivas (SIAC) financiado pelo Programa Operacional Factores de Competitividade (COMPETE) no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN)